Portfólio no Jardim de Infância

Para alguns, a construção de Portfólios de Avaliação no Jardim-de-Infância, faz lembrar o velho bicho-papão. Eu própria, não estou familiarizada com este trabalho.

Contudo, não há que ter receio e com alguma pesquisa vamos poder conhecer melhor este processo e adaptá-lo à nossa realidade.
Uma coisa é certa: não há receitas para o fazer e cada profissional deve fazê-lo da forma como se sentir mais "à vontade", procurando sempre evoluir.


Aqui ficam alguns sites por onde navegar:





#####
OBJECTIVOS DESTE MÉTODO DE AVALIAÇÃO:

»» Um colecção de trabalhos das crianças, bem como outro tipo de registos que ajudam a própria criança a "ver" os seus progressos, envolvendo-a no processo;
»» Um processo contínuo e sistemático de avaliação;
»» A partilha entre todos os intervenientes educativos (pais, educadores, crianças e futuros professores do 1ºciclo)...

#####
--» Caso tenham algum material sobre esta temática PARTILHEM connosco enviando para isgd77@gmail.com e eu colocarei AQUI...
#####

5 comentários:

Drizita disse...

Obrigada por partilhares sobre um tema tão interessante.


Jocas

Dri do http://dri_educ.blog.com/

Dreamlu disse...

Olá! Tens uma prendinha à tua espera no Jardim. Boas Compras! Bjs

Fadaluz disse...

Obrigado por partilhares. O Portfólio é uma ferramenta pela qual tenho muito interesse. É um instrumento de avaliação muito útil e concreto da evolução e desenv da criança e das suas produções. bjinhos

Catia Ferreira disse...

Oi! Adorei o seu blogue. Partilha de informação é uma mais valia para educadores/professores. Por enquento tenho um blogue dedicado ao artesanato. Mas para Setembro vou criar um novo, também para por informação ao dispor da comunidade. Bjx.

no país das fadas... disse...

Olá colega Obrigada por partilhares informação sobre o portefólio pré escolar, em especial por forneceres moradas pois estava com dificuldade em conseguir informação.
Este é o primeiro ano que estou colocada no estado,tudo é novidade. Embora já seja Educadora de Infância desde 1993 mas foi sempre no particular que trabalhei e as realidades são muito diferentes.
beijinhos da Rita Santos